21 março 2017

Desafiando Demônios!

Resultado de imagem para consolar criança

A gente passa a vida ouvindo a pessoas dizerem que “somos capazes de chegar onde queremos”, que “nós somos nossos maiores inimigos”. De certo modo, até entendemos o que isso quer dizer, mas a grande maioria não compreende a real extensão dessas verdades. Digo isso, por que eu fiz parte desta maioria.

FIZ! NÃO FAÇO MAIS!

Entenda: qualquer um pode correr uma maratona, ou fazer um triátlon. Qualquer um pode ganhar uma medalha de ouro nas olimpíadas, e digo mais, QUAL QUER UM PODE PASSAR NA PF. Juro, pergunte quem passou? Quantos deles eram os mais inteligentes? Vejam quantas histórias de superação estão por trás das vidas dos aprovados.

Resultado de imagem para treino duro
Bom! Sabemos que muitos queriam ter esses “títulos” na sua vida. Mas quantos realmente estão dispostos a pagar o preço? Quantos realmente vão abrir mão do bar, das festas com a turma, das baladas, dos jogos do timão? Quantos vão abrir mão das coisas para acordar cedo pra treinar ou estudar e passar horas, dias e até anos assim? Quantos deixam relacionamentos de lado, rompem laços e entram em conflito pra viver esse sonho? E, principalmente, quantos acreditam que são capazes e aceitam o desafio interno de vencer a si mesmos?

São poucos os que tem essa coragem, essa determinação.

Sabe por que você é seu maior inimigo? Por que você é o único que diz o que pode ou não fazer. É o único que pode realmente transpor aquela barreira que você criou para si mesmo.

Verdade seja dita: Todos temos demônios internos, como medo, insegurança, ansiedade, derrota, falta de incentivo..., mas pra chegar lá, precisamos vencer a batalha contra nossa mente. Pra mim, essa prova de PCF representa meus grandes demônios. Treinar e estudar pra essa prova sempre foram coisas que não me considerava capaz. Mas sei que tenho que vencer essas etapas pra chegar onde quero, não tem atalho.

Comecei a estudar há um bom tempo, mas passei muito tempo me enganando. Eu não estava realmente me testando, vencendo meus medos e derrubando as barreiras que eu mesma coloquei no caminho.
Resultado de imagem para quebrar muroMas, sejamos francos! Não se pode esperar que algo extraordinário aconteça se você não fizer a sua parte. Se você quer que chova, tem que deixar o campo arado para receber a água. Caso contrário, mesmo que a chuva venha, ela terá um terreno infértil para molhar. Então de nada vai adiantar.
Por isso, depois de muito me sabotar e dizer pra mim mesma “que não sou capaz”, “que não ia dar certo”, eu resolvi colocar atitude no lugar das minhas desculpas e começar a me desafiar, a enfrentar meus demônios. Foi então que eu comecei a arar e adubar a minha terra para receber a chuva.
Acredite, você PODE chegar a qualquer lugar se pagar o preço da jornada. Uma maratona começa com um passo. Cansa, dói, leva tempo e isso é frustrante, eu bem sei. Mas cada passo dado na direção da linha de chegada, é um passo a mais perto do seu sonho. Cada Km corrido, cada treino, barra, simulado, resumo, cada lei. Tudo é relevante! Tudo faz parte do processo e não dá pra encurtar a viagem.
Resultado de imagem para processo


Por enquanto, ainda não choveu por aqui. Mas, quando soarem os trovões e a notícia de chuva chegar à minha instância, a água vai encontrar a minha terra arada, adubada e preparada pra dar frutos. 

E você, já se preparou para a chuva?


4 comentários:

  1. Amiga querida,

    É a capacidade de alterar a nossa própria realidade. Tenho pensado muito nisso. Aquela atitude de que as coisas são assim mesmo e esse conformismo das pessoas que nos cercam me deixa irritada, às vezes, sabia.

    Outra coisa interessante que eu fico aqui pensando, é que não é sobre "chegar lá", mas a trajetória também tem seu valor. E muita gente não percebe isso.

    Vamos acordar!
    Vamos trabalhar!

    Um beijo, flor.

    Muita força pra você.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chefinha querida... como é bom quando vc passa por aqui!

      Eu fui uma dessas pessoas por muito tempo, e o pior é que não me dava conta disso. Mas tô aprendendo a curtir a jornada. Como diz a Ana Vilela:

      "Não é sobre chegar no topo do mundo e saber que venceu. É sobre escalar e ver que a subida te fortaleceu."

      Aprendi a ver a coisa toda dessa maneira e tô curtindo cada evolução, cada degrau dessa escadaria da Penha que tô subindo rsrsrs.

      E vc Chefinha, adaptada na "Casa nova"

      Bjoooo!

      Excluir
  2. Isso mesmo, amiga!

    Aqui na "Casa nova" estou me batendo mais-uma-vez... com pessoas desmotivadas que pra mim não poderiam estar aqui. Mas... não existe teste motivacional pra permanência... então essas pessoas vão ficando e atrasando o andar da carruagem.

    #irritadane

    Agora, amiga, quanto aos momentos de desânimo, a dica é ter plano A, B, C... se não dá pra estudar biologia... parte pra penal, pra constitucional e providencie pequenos prêmios e punições para usar com sabedoria...

    o que não pode é parar...

    um beijo e muita força amiga!



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa dica Chefinha!! Deixa comigo!

      Bjooooo!

      Excluir