26 abril 2016

Aumentam as Chances de Concurso pra PF ainda em 2016

policia_federal


Um dia após o anúncio de mais de 5 mil vagas ociosas, sendo a maioria administrativa, no Departamento de Polícia Federal pelo presidente da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), Carlos Eduardo Miguel Sobral, o processo que trata da consulta de verba para realização do concurso público para PF ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) voltou a tramitar dentro do órgão, um ótimo indicativo de que a PF contará com reforço de pessoal. Sobral informou que há, atualmente, nada menos que 500 cargos vagos de delegado e perito, além das posições ociosas nas demais carreiras, inclusive administrativas. “Necessitamos de urgente recomposição do nosso efetivo, para que possamos prestar nossos serviços públicos com qualidade e excelência reconhecidas pela população brasileira”, afirmou.


O presidente da Associação ainda afirmou que o departamento aguarda apenas a disponibilização de recursos orçamentários para preencher os cargos vagos. 


Na opinião do presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Jones Leal, o departamento deveria quadruplicar o quantitativo de policiais no Norte, que hoje não chega a 500. “No mínimo, na pior das hipóteses, necessita de 2 mil policiais”, afirmou. E de acordo com Leal, não está sendo cumprido o Decreto 8.326/14, que determina que os concursos para cargos policiais sejam realizados sempre que o quantidade de vagas ociosas exceder 5% do total existente para o respectivo cargo. “Os cargos de agente, escrivão e papiloscopista já excederam esse limite há muito tempo. Só no cargo de escrivão, dos que entraram pelo concurso de 2014, quase 30% já saíram”, contou ele, apontando ainda que a formação de cada policial custa R$120 mil aos cofres públicos. A última seleção para escrivão foi para 350 vagas.


Atualmente, a PF tem planos de abrir concurso para 491 vagas de delegado e 67 de perito, mas a partir do fim do primeiro trimestre do ano que vem, quando a validade do atual concurso para agente tiver expirado, o departamento já poderá convocar nova seleção para o cargo. No caso de escrivão e papiloscopista, isso já pode ser feito, mas o órgão informa não ter previsão nesse sentido.


Fonte: Policia Atualizada (editado)

2 comentários:

  1. enfim, tendo entender o que leva um abençoado desses entrar no concurso e sair menos de dois anos depoois do mesmo. REVOLTA... SE QUER IR PAR AOUTRO LUGAR, FIXA NESSE OBJETIVO E DEIXA QUEM QUER A VIDA DE PF. Infelizmente é o que ocorre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tomazine! Não se revolte. Cada um sabe quais são seus limites. A PF anda muito jogada para escanteio e muita gente não da conta disso. Entram com uma expectativa e, só lá, descobrem que a realidade é outra.
      Pra nós que estamos de fora querendo entrar, fica dificil entender, mas cada um sabe onde a corda arrebenta num é.
      Bora fazer o nosso pra entrar e ficar ;)

      Abçs!

      Excluir