23 março 2011

Preparação


Não sei como é pra maioria de vocês, mas academia é uma coisa que não me atrai. 
Não tenho paciência pra ficar puxando ferro dia após dia à espera de melhorar meu condicionamento físico pro TAF, então treinava na rua mesmo, mas com tantas alterações climáticas, as corridas ficaram à mercê das enchentes sazonais. O mesmo vale pra natação, pois academia com piscina coberta, por hora, ta fora do orçamento. 

Com isso, la se vai a preparação física pro concurso...
Mas como cansei de empecilhos, e não mudei de idéia sobre o concurso, resolvi mudar de estratégia. Ao invés de malhar todos os dias e ficar me torturando psicológicamente a respeito do ir ou não ir à academia depois de um dia cansativo, tive uma idéia: Me inscrevi no Krav magá. Com isso pretendo me preparar fisicamente e, de quebra, ainda aprendo uma luta de defesa militar. 



Para os que não conhecem, o krav magá é uma técnica israelense de auto defesa que surgiu durante a 2° guerra mundial (1940). O nome em hebraico significa “combate corpo a corpo” e sua meta é a neutralização de ameaças, manobras de defesa e ataque simultâneos, e agressão.

Atualmente, o krav magá é utilizado pelas Forças Especiais de Defesa de Israel e várias variações intimamente relacionadas foram desenvolvidas e adotadas por organizações de imposição da lei e de inteligência, como Mossad, Shabak, FBI, unidades SWAT do departamento de polícia de Nova Iorque e forças de operações especiais dos Estados Unidos. Existem várias organizações ensinando krav magá internacionalmente; o krav magá não é considerado um desporto, já que não possui regras. Todos os golpes são permitidos e treinados visando ultrapassar todo e qualquer tipo de situação de violência do modo mais rápido e eficaz possível.

Me aguardem ... vai ser faca na caveira com técnica israelense rsrsrsrsrsr!

Abçs!

9 comentários:

  1. Exclente iniciativa!

    Mas ñ deixe de focar nas atividades realizadas no TAF, pois são exercícios bem específicos q requerem fortalecimento dos músculos envolvidos, além do treino da mecânica dos movimentos q são executados.

    O ideal seria vc consciliar o Krav Magá c/ um treino específico p/ o TAF. Isso ñ precisa necessariamente ser feito dentro de uma academia.

    O importante é treinar c/ orientação profissional p/ ñ vir a se lesionar.

    Derrepente o próprio professor de Krav Magá pode lhe passar alguns exercícios q lhe irão ajudar no TAF.

    Sei q o objetivo do seu post ñ foi pedir opinião de ninguém, mas confesso q ñ resisti. Tô nessa estrada faz tempo e gosto de ajudar, pois já fui mto ajudado.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Danresendes penso igual e por isso pretendo fazer ambos...o TAF né mole não e eu é que não vou ficar de bobeira rsrsrs.

    Obrigada pelos conselhos, são sempre muito bem vindos.

    Bjos!

    ResponderExcluir
  3. A necessidade fazem as coisas acontecerem, este e o diferencial da humanidade. Na segunda Guerra Mundial a violência e a morte beiravam o céu do planeta, era necessário o surgimento de um meio de se manter vivo. Fruto da necessidade básica de sobrevivência, o Krav Maga nasceu em meados dos anos 40 pelas mãos de Imi Lichtenfeld.
    Adorei ... Grande Abraço

    ResponderExcluir
  4. Sinceramente acho o Krav Magá meio blefe =/ . Mas vale como defesa pessoal . O problema é que é muito difícil testar a adrenalina ou a situação real entende? Mas todo esforço é válido . Parabens

    ResponderExcluir
  5. Mari, eu tb não curto muito academia...

    E a minha idéia de academia foi mais "aprimorada" quando uma menina na comunidade "mulheres na polícia federal" do orkut disse que o instrutor olhou para ela e disse: "Ahh vc vai prestar para PF, para entrar na PF tem que ter cérebro de Einstein e físico de Stallone..." Desmotivando totalmente a moça....

    Bem, pessoas assim existirão aos montes.. mas tudo bem o tempo cuida delas!!

    Mari, força e persistência na empreitada , espero que goste da luta!!

    ResponderExcluir
  6. Isso ai Sampaio a necessidade nos obriga tomar decisões que nos levam a novos lugares.
    Como diz uma amiga, se você esta tentando fazer algo e não está dando certo, você tem duas opções: ou você desiste (sem chance), ou você muda de estratégia... no caso, mudei a estratégia e vamo que vamo!

    Abçs!

    ResponderExcluir
  7. Vencendo concordo quando fala da diferença do treinamento pra realidade, mas é isso ai pra tudo. Quando treinar tiro não vai ter a adrenalina do confronto real. É por isso que o treino deve ser constante, tanto físico quanto mental. Não adianta nada ser um Robbin Hood no stand de tiro e na hora "H" não conseguir ne segurar a arma de nervoso.

    Com relação à técnica do Krav magá, não posso ainda falar a cerca da versão civil, mas a versão militar garanto que funciona, e muito. Não é por acaso que grupos como o Mossad, SWAT, CAT, o exercito Israelense e outros usam. Aa técnicas bélicas são 100% letais.

    Abçs!

    ResponderExcluir
  8. Delta em algum post meu eu disse que pra entrar pra PF é preciso ser um Hank Maclud, o fera dos X-men. O cara é um gênio no corpo de uma besta mega forte, mas isso é apenas uma forma de externalizar minhas inseguranças... não é impossível e eu VOU chegar lá.

    Bjos!

    ResponderExcluir
  9. Puts.. é claro que não precisa.. só a anta do instrutor pra dizer isso!!

    O que é preciso é preparo e estudo... (principalmente psicológico)

    Vida de PF num é fácil.. tenho exemplo aqui em casa...mas tem que suar a camisa, isso tem!!

    ResponderExcluir