31 março 2011

Brasil e Bolívia contra o tráfico


Duas toneladas de cocaína foram apreendidas, 35 pessoas foram detidas e 22 imóveis acabaram confiscados durante operação conjunta entre Brasil e Bolívia de combate ao tráfico internacional de drogas. A ação, batizada de Operação Brasil-Bolívia (Brabo), começou na segunda-feira e se estendeu até ontem na cidade boliviana de Puerto Suárez, na fronteira com Corumbá, no Mato Grosso do Sul. Também ontem, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, firmou novos acordos de cooperação com a Bolívia para o combate ao tráfico e sobrevoou áreas de plantio de coca que estão sendo destruídas pelo governo local.

Além da droga, foram recolhidas armas e carros. A cocaína e os bens apreendidos, incluindo os imóveis, foram avaliados em US$5,8 milhões. A ação também coibiu o tráfico de pessoas e animais silvestres e reuniu Polícia Federal, Ministério da Justiça, Força Nacional de Segurança, Forças Armadas e órgãos de segurança da Bolívia.

O novo acordo assinado por Cardozo prevê o uso de avião não tripulado (VANT) - de fabricação israelense e integrado à frota da PF há dois anos - para a fiscalização da fronteira, rastreamento das comunicações e monitoramento do deslocamento de traficantes. O acordo também incluiu, por parte do Brasil, treinamento e capacitação de policiais e militares bolivianos e o financiamento de equipamentos.

De acordo com as informações de órgãos de segurança da Bolívia, o Brasil é o principal mercado para a cocaína produzida naquele país. A droga é enviada pelo tráfico brasileiro para mercados da Europa e África. A fronteira entre os dois países tem 3.100 quilômetros.


Fonte: O Globo

Um comentário:

  1. Quando sempre vejo alguma reportagem falando de trafico, penso em destruição e morte, mais existe um medo muito maior ...e de uma droga que entro no Brasil. A droga Cristal Meth, conhecida também como Cristal da Morte, já está circulando em Alagoas, principalmente em Maceió.
    Meth vem do hebraico morte e, realmente, é o nome mais adequado para esta bomba. Seus efeitos imediatos são a euforia, aumento do desejo sexual, mas depois pode causar inúmeros transtornos. A destruição física é notória e fora do país é um dos assuntos que mais preocupa as autoridades, quando se fala em Cristal Meth.
    O número de usuários desta droga no Brasil é mínimo, mas o fato dela ser 60 vezes mais potente que a cocaína a risco muito forte de o numero de usuário crescer assustadoramente.
    Dennys Sampaio

    ResponderExcluir