07 fevereiro 2011

Fique por dentro.

 A Corregedoria-geral do Departamento de Polícia Federal, por consulta da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), emitiu parecer, baseado em argumentos jurídicos, que os policiais federais que vierem a ser processados, civil ou criminalmente, em decorrência da prática de ato no exercício regular da função têm direito de serem defendidos pela Advocacia-Geral da União (AGU). 
Segue em anexo a íntegra do documento.

Parecer_PDF

Nenhum comentário:

Postar um comentário