28 janeiro 2011

A Policia Federal que ninguém vê


Ontem tive uma conversa com uma perita da PF que conheço, que me chateou bastante.

Já faz algum tempo que ouço dizer que a PF é um órgão doente e sem organização. Sei bem das fragilidades do órgão e do quanto isso gera disputas de ego e poder, mas confesso que estou ficando desanimada com tanto egocentrismo. 

Soube que o pedido para concurso de perito já estava pronto e as vagas determinadas, porém, por um desentendimento entre peritos e delegados, o pedido voltou para o armário. Após 7 anos sem concurso, o pedido NÃO VAI SAIR.

Não sei se os leitores sabem, mas os peritos e delegados tem tido alguns "arranca rabos", por que os peritos não são subordinados aos delegados e em muitas lotações isso não é bem aceito e bem visto pelos delegados. Inclusive existe um processo na justiça entre os cargos. A perícia já até propôs se mudar para o MP, mas isso tb não é o interesse dos deltas, eles só querem submissão e isso o PCPF's não querem. Resumindo, é uma briga antiga que está ficando cada vez mais acirrada.

A Policia Federal, que é um órgão PÚBLICO e que deveria se ocupar dos interesses da segurança PÚBLICA, esta sendo orientado e conduzido como se fosse uma empresa privada, que tem como principal ocupação o pessoal e o fútil.

Aos que acompanham esse bolg e que de algum modo sentem o que sinto pela PF, vocês sabem o quanto isso incomoda e desanima. Não me entra na cabeça como pessoas podem ser tão egoístas e mesquinhas a ponto de comprometerem o interesse da nação em prol de seu próprio benefício e ainda prejudicar a outros no caminho.

A Policia Federal é um órgão do Ministério da Justiça, que de acordo com a o artigo 144, parágrafo 1º da CF, são funções adicionais da Polícia Federal:

Apurar infrações penais contra a ordem política e social ou em detrimento de bens, serviços e interesses da União ou de suas entidades autárquicas e empresas públicas, assim como outras infrações cuja prática tenha repercussão interestadual ou internacional e exija repressão uniforme, segundo se dispuser em lei;

Prevenir e reprimir o tráfico ilícito de entorpecentes e drogas afins, o contrabando e o descaminho, sem prejuízo da ação fazendária e de outros órgãos públicos nas respectivas áreas de competência;

Exercer as funções de polícia marítima, aeroportuária e de fronteiras;

Exercer, com exclusividade, as funções de Polícia Judiciária da União.

Ou seja, o Brasil precisa de ATIVIDADE POLICIAL não de DISPUTA DE EGO.

2 comentários:

  1. Moça...

    A polícia não é feita para o povo, mas para os delegados. Fato.

    Não são todos os delegados que têm essa visão mesquinha e egoísta não. Os deltas mais novos e os da ponta (que é quem realmente faz polícia) têm uma cabeça muito boa. Agora, os mais velhos e os dos gabinetes... é uma vergonha!

    Agora... a senhorita vai me desculpar o abuso... mas os peritos (carinhosamente chamados de periquitos) às vezes também se acham os Lords da casa. E se esquecem que são policiais como a-gente. Tem missões que eles se recusam a ir porque alegam estar "sendo subaproveitados". Alguns não querem por exemplo fazer uma varredura antibomba em edificações ou veículos nas missões de segurança de dignitários pelos motivos supracitados. Querem que os agentes o façam. Mas pergunta se eles querem fazer um curso de segurança de dignitários oferecido pelo governo francês em Paris?

    Tô virando é antigona já, amiga...

    rs rs rs

    Beijo, gatinha.

    ResponderExcluir
  2. Pois é lindona, to sabendo disso tb.

    Não é a toa que os concursos agora são só pra ponta, quem sabe assim num forma PF de verdade né.

    Mas que é um saco essa disputa de ego isso é.
    Famosa preguiça!

    Bjo lindona

    ResponderExcluir