24 janeiro 2011

Nova sede da Policia Federal

A Polícia Federal planeja iniciar em abril licitação para a construção da nova sede: um colosso de três torres de 18, 19 e 20 andares no Setor de Autarquias Norte. O conjunto de edifícios, uma área de 81 mil metros de linhas futuristas e equipado com um heliponto, deve custar cerca de R$250 milhões.
Segundo os arquitetos Fernando Jorge Coelho Pinheiro e Didácio Duailibi, dois dos idealizadores do projeto, a obra terá um custo final estimado em R$3,5 mil por metro quadrado. O preço está acima da faixa considerada ideal pelo Tribunal de Contas da União (TCU), que seria de R$2,5 mil a R$3 mil. Mas, como se trata de um prédio com características especiais direcionadas às atividades policiais, técnicos do tribunal consultados pelo GLOBO entendem que os gastos previstos estão dentro dos padrões normais.
Pouco antes de deixar o cargo, o ex-diretor da PF Luiz Fernando Corrêa disse que as equipes envolvidas no projeto adotaram precauções para evitar futuras denúncias de sobrepreço ou desperdício. Acusações sobre gastos excessivos, obras desnecessárias e desvios de recursos públicos têm sido comuns em boa parte da coleção de prédios que vêm sendo erguidos por setores do Judiciário em Brasília. Até a construção do prédio do Instituto Nacional de Criminalística (INC) foi alvo de investigação da própria polícia.


 - Agora pode ter certeza: não vai ter irregularidades. E os preços vão ser muito menores do que os valores usados pelo TCU como referência - disse Corrêa.
O conjunto de prédios, três imponentes torres em forma de catavento e interligadas por passarelas internas, é uma tentativa da polícia de conquistar uma espaço nobre no cenário urbano de Brasília.
Fonte: O Globo

NOTA DA MARI:
Não sei se isso tudo é necessário e se esse gasto astronômico é justificável, mas uma coisa é certa. De nada vai adiantar ter tanto garbo e elegância na sede se as lotações de fronteira continuarem jogadas às moscas. Esse é um alto investimento que talvez seria de maior proveito se aplicado em equipamento, concursos, treinamento de pessoal e melhoria das lotações na fronteira. 


4 comentários:

  1. Em que pese a nota da mari ser válida, a sede ficou muito bonita. Todo dia eu abriria um sorriso se trabalhasse nesse prédio!

    ResponderExcluir
  2. Se nada de supérfluo fosse construído não teríamos as Pirâmides... nem o Coliseu... nem A torre Eiffel... nem mesmo Brasília Inteira.

    ResponderExcluir
  3. Fernando o supérfluo não pode sobrepujar o necessário, ainda mais quando isso representa a segurança nacional né!

    ResponderExcluir