07 janeiro 2011

Morto em ação


Agentes da Polícia Civil de Recife confundiram com um traficante o policial federal Jorge Washington Cavalcanti de Albuquerque, 57 anos, e o mataram a tiros na manhã de quarta-feira, em uma operação conjunta entre as duas corporações. Ele chegou a ser socorrido para o Hospital Getúlio Vargas, mas não resistiu aos ferimentos. Outro policial federal, baleado na mesma ocasião, está internado no Hospital da Restauração.

As polícias Federal e Civil procuravam o mesmo traficante no terminal rodoviário de Recife. Os dois PFs teriam conseguido deter o suspeito e o levado de táxi até supostos compradores da droga, quando foram surpreendidos pelos policiais civis, que não teriam percebido a prisão.

LAMENTO

Em reunião entre a Secretaria de Defesa Social (SDS) e a Polícia Federal, na tarde de quarta-feira, o Chefe da Polícia Civil, delegado Manoel Carneiro, lamentou o fato e afirmou que o inquérito policial já foi instaurado pela Corregedoria Geral da SDS para investigar o caso.
Wilson Damázio, Superintendente em exercício da PF, chorou pela perda do colega. “Este é com certeza o dia mais triste de minha carreira policial. Perdi um companheiro, colega de academia e que me ajudou muito quando fui superintendente da Polícia Federal e delegado de entorpecentes”.

Ele acrescentou que foram realizadas conversas com os órgãos de inteligência, reuniões entre os dirigentes das delegacias da PF e treinamentos. “Eram policiais com o mesmo objetivo, estavam trabalhando para prender o mesmo traficante. Essa fatalidade não abalou nosso relacionamento com a SDS, vamos continuar lutando contra o crime”, finalizou.

Secretário de Defesa Social, Marcelo Diniz Cordeiro falou em medidas preventivas para esse tipo de incidente. “Tudo o que podemos fazer para evitar esse tipo de episódio, fizemos. Quando assumimos a SDS, nos reunimos com a PF e falamos sobre como integrar melhor os trabalhos das duas polícias”.

3 comentários:

  1. nossa que fatalidade...lamentável.

    ResponderExcluir
  2. Muito lamentável esse episódio. Muitíssimo.
    Minhas condolências a família do guerreiro morto...

    (Aliás, história bem mal contada...)

    ResponderExcluir