25 agosto 2010

O TAF e a Superação

Texto publicado no Correio Web pelo Ag. Feitosa.

"Esse nosso caminho é bem pesado, estudo pra lá de complicado, complicado no sentido de ser muita matéria e para a grande maioria, o pouco tempo que dispomos, é focado nos estudos e, somado a isso, temos que estar sempre treinando para o físico, não podemos relaxar. Mas tem horas que o cansaço bate e vem a vontade de deixar pra depois, ou para outro dia. 

Essas semanas as noites aqui em Brasília tem sido muito frias. Na 2º, 4º e 6º a noite é quando treino e depois estudo até mais tarde. 3º e 5º também são dias que treino corrida a noite. O frio, o cansaço e o tanto de matéria que tinha de estudar, me fez pensar e começar a ter aquelas ideias de compensação, assim como em várias outras noites. Era quarta-feira, dia de treino a noite, cheguei em casa por volta das 19:00hs e já estava cansado, com fome, e tinha muito o que estudar. Foi quando começaram as ideias... “putz, hj tá um frio do @$##...” ..... “tenho que treinar, mas tô morto, e ainda tenho que estudar” ....... “tô quebrado, cansado e com fome....sem nenhum ânimo pra treino....”......“hunn...e também já estou bem no físico, nem preciso treinar hj, tenho muito o que estudar”.......”não tem problema eu não treinar hj. Amanhã ou outro dia eu compenso, já estou bom nos treinos...”

Queria parar naquele momento e ir estudar, o que já era um ótimo motivo....hehe. Realmente estou bem e podia deixar pra outro dia. Entretanto, eu lembrei que os grandes problemas começam por pequenas coisas e minha maior preocupação, era começar a fazer isso nos estudos também e condicionar meu corpo, e inconsciente, a parar ou “deixar pra outro dia” toda vez que tivesse algum obstáculo, probleminhas como cansaço, frio, fome, doença, etc.

Eu poderia ficar sem treinar tranquilamente aquele dia, e ainda teria mais tempo para estudar, mas eu sei que aquele meu “compenso outra hora” poderia se transformar em uma grande desculpa para outras oportunidades como aquela. Na próxima vez, que acontecesse (como já aconteceu antes...rsrs), eu iria lembrar deste dia em que eu “deixei pra depois...” em que não tive problema algum, e eu teria grande chance de fazer de novo. ESSE é o grande problema, fazer de novo. 

Pelo menos para mim, esse dia eu não poderia “deixar pra depois”, eu sabia que se eu fizesse isso eu iria estar me enganando e criando uma “boa” desculpa para outras oportunidades. Era pura desculpa para não treinar. Claro que existem as exceções tem dia que não dá mesmo, o horário, os problemas de verdade que demandam uma prioridade maior, mas com certeza não era esse o caso. 

Então troquei de roupa e fui treinar. Putz velho! Estava um frio desgraçado !!! meu irmão, o chão gelado, vento, e o frio rs, estava trincando.....durante o treino fui lembrando dos treinos, acampamentos e situações que passei que eram muito pior do que esse dia, chuva, vento, frio, doente, escuro, machucado, sozinho, sem comida...etc..... Falei comigo mesmo, “é bom ir se acostumando, porque vc não sabe as missões, treinamentos e cursos que irá participar quando se tornar um APF, é bom deixar de frescura e treinar sempre nas piores condições, treinar quando tú tá bom, animado e com vontade é fácil, até minha avó treina assim em um dia bom....quero ver é agora..... então para de reclamar e continua....”...rsrs 

Isso deu um gás a mais, é bom agente lembrar as dificuldades e derrotas, te deixa mais forte, lapida e evolui seus sentimentos. Você fica mais calejado. 

Essa semana aconteceu de novo. Foi do mesmo jeito, 3º feira, cansado, com fome, tinha que estudar, e a noite estava muito frio, na hora lembrei-me do outro dia em que pensei em “deixar pra depois”, e com certeza eu teria grande chances de fazer de novo, se naquele dia eu tivesse deixado de treinar. Mas como não deixei acontecer, e lembrei do porque, rapidinho coloquei o tênis e fui correr, sozinho rsrs, vcs tinham que ver, era só eu, Deus, e o frio, não tinha mais NINGUÉM !! ...rsrs. Aquela noite foi uma das mais frias que tivemos.
Mas o mais importante é não deixar nosso mente nos enganar, não podemos nos enganar. 

Eu sei colegas companheiros, que tem horas que é difícil, tanto o estudo quanto os treinos, mas continuem, continuem mesmo assim !!! Sempre que estiverem em situações assim, ou piores, lembrem do que já passaram ou do que podem passar. Porque depois que me lembrei do que eu já passei e do que pode estar me esperando, rs, aquelas noites se tornaram dias comuns como qualquer outro, e trouxeram mais um senso de dever cumprido

Mesmo para aqueles que não têm um histórico muito grande de superação na parte física, ou quando passou seus limites em determinando treino ou acontecimento. Não tem problema, se você mão tem um, CRIE o seu ! Pegue um dia para chegar ao seu limite, seja físico, mental ou os dois. Pega um desses dias que vc está sem vontade, cansado, com frio, dor de cabeça, preguiça, um dia que esteja chovendo, ou que seja correr uma distância que nunca correu, ou fazer um treino na serra, subir até o topo com uma mochila de 30Kg nas costas, essas coisas....

Mesmo que vc não conclua até o final, vá até seu LIMITE ! Até quando não conseguir ficar mais em pé !!! Seja por câimbra, falta de ar, dormência nos membros... Seja o que for !!! 

Com certeza vc irá mais longe do que um dia já foi. E esse dia vai ser o seu dia LIMITE, e tome-o como base até próximo. Até o próximo dia limite que irá ultrapassar o último.
Aí quando estiver cansado, frio, chovendo, com fome....e etc...etc...etc... vc vai lembrar desse dia e vai ter mais força para treinar ou qualquer outra coisa.
Vamos colegas guerreiros!!! Vamos a luta !!! FORÇA SEMPRE !!!!"

NOTA DA MARI:

“Quero, um dia, dizer às pessoas que nada foi em vão... Que o amor existe, que vale a pena se doar às amizades e às pessoas, que a vida é bela sim e que eu sempre dei o melhor de mim... e que valeu a pena..." (Mário Quintana)

Superação é a palavra de ordem para se preparar para o concurso, mas o que é superação? 
Superação é:

- Ultrapassar nossos limites e bater nossos recordes;


- Poder fazer acontecer com as ferramentas que temos em mãos, é trabalhar da melhor forma possível independente do que pensem ou falem;



- Irmos além do que os outros acham que somos capazes;



 - Saltar tão alto que ultrapasse a barreira da estima machucada, da confiança perdida, do relacionamento quebrado;


Se supere... SEMPRE...

Aposte com você mesmo. Aposte que, ainda hoje, fará muito mais que ontem.
Aposte que aquela vaga no concurso da PF é sua, só falta você cumprir as etapas processuais para assumi-la.

Aposte e Acredite.

Você pode ser o seu maior inimigo, ou o seu maior aliado. Saiba manter a balança DESEQUILIBRADA. Não permita que o desânimo diminua seu rendimento e, principalmente, NÃO DESISTA.

Abraços!

3 comentários:

  1. Hoje quando você e Edu* acordaram, não imaginariam que iriam me dar a força de que precisava.
    ...
    Nossa luta é mais do que diária. Ela é feita a cada pulsar de nosso coração.
    ...
    Abraços cordiais.
    *VER Blog do Edu: "Perseguindo um sonho:Rumo à PF"

    ResponderExcluir
  2. Oi Alessandra querida. Que Bom que esse post foi exatamente o que precisava. Já fui "salva" várias vezes por postagens alheias, inclusive essa, e como tudo que acho válido compartilho, ai está.

    Os incentivos são importantes na nossa luta. Nessa nossa batalha que travada minuto a minuto, em cada passo e escolha, o apoio é fundamental.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Mto bom green eyes. Gostei. Bjo do seu companheiro...

    ResponderExcluir