20 agosto 2010

A SERVIÇO DA HONRA

Postagem de um Herói Anônimo que merece ser mostrado ao mundo.


"Sou policial federal há sete anos e meio... Estou em minha quarta lotação... Já trabalhei em delegacia, em Superintendência... já fui operacional, já trabalhei em inteligência estratégica... até na parte administrativa também já trabalhei... hoje faço serviço de disseminação de doutrina policial numa área em especial... e estou tentando convencer a Direção Geral da necessidade de criação de unidades especiais para combate a um crime específico..

Eu era idealista e apaixonado, mas fatos que presenciei me tiraram muito do brilho que eu ostentava... Hoje tenho uma visão muito realista do DPF e do Brasil... Não joguei a toalha porque sei que a sociedade me paga para que eu siga em frente...
É muito bonito ver que suas palavras inspiram tantos aspirantes a policial federal... esse sangue novo correndo nas veias dessa galera pode ajudar a mudar o atual estado de coisas... eu acredito muito nos jovens... eu sei bem quem eu era com vinte e pouco anos, quando adentrei os portões da ANP... meu coração era uma bola de fogo...


Quanto aos candidatos: primeiro tentem ouvir seus próprios corações e mentes para saberem se é essa vida mesmo que querem... procurem conversar com gente daqui de dentro... perguntem como é fazer uma vigilância (noturna ou não) durante horas... perguntem como é receber telefonema de traficante na sua casa, com ameaças à sua esposa e a seu filho (enquanto vc está trabalhando)... perguntem como é oferecer sua vida em defesa de um dignitário do qual vc está fazendo escolta... perguntem como é acompanhar alguns alvos "on line" no serviço de interceptação telefônica durante dez ou onze meses (sem oportunidade de almoçar e jantar... apenas comendo sanduíche e suco de caixinha )... perguntem como é morrer de saudade de seu filho e esposa enquanto vc fica dois, três meses na fronteira (ou outra cidade distante), sem poder vê-lo durante todo esse período (e no telefone ele pergunta: "papai, amanhã vc volta pra casa? queria brincar contigo... vc brinca comigo amanhã?)... mas perguntem também da extrema satisfação que envolve o momento da deflagração da operação, após inúmeras noites mal-dormidas, ao término da investigação... esse é o primeiro passo: saber se vcs querem mesmo isso; o segundo passo é: faca nos dentes e olho de tigre!!!!! Estudem, estudem e estudem!!!! E treinem, treinem e treinem a parte física (com orientação inicial de um profissional da área, para evitar as lesões e garantir o resultado satisfatório)...


E entrem aqui para fazer a diferença... Entrem aqui para serem policiais federais (de verdade)!!! Não para serem meros servidores públicos cumpridoes de horários... E nem para serem meros desfrutadores de carteiradas e status... Entrem aqui para tentar ajudar o Estado Brasileiro a transformar este país numa Nação!!!
Eu acredito em vocês...


Aos candidatos, FACA NOS DENTES!!!!!!!!!! A camiseta preta e a glock aguardam ansiosamente por vocês!!!"

NOTA DA MARI:

A estrada é longa  é a batalha é constante e árdua. Felizmente, sempre que acho que não vou conseguir, me deparo com palavras como essas que me movem e motivam.
É para isso que estudo e treino. É com isso que sonho.
Não vou mentir e dizer que não me assusta a idéia dos riscos e sacrifícios, mas e daí! É essa a vida que quero, e eu chego lá.

Quem sabe um dia, a exemplo dos cavaleiros da era medieval, não terei a hora de receber minha ordenação no DPF.

Um comentário:

  1. Pô eu li este post lá no Anjo,além de ser bom ver o Sandro com disposição,é sempre bom ler textos que motivam a gente.

    Como já disse em outro post,nós que sonhamos - e vamos conseguir entrar - com o DPF,temos os mesmos sentimentos de dúvidas e incertezas,mas muito mais de certeza que é isso que queremos e que chegaremos lá.

    Abraço

    ResponderExcluir