08 maio 2010

Cidade Cenográfica do COT

O Diretor-geral da Polícia Federal, Luiz Fernando Corrêa, inaugurou na tarde desta terça-feira, 4, a Cidade Cenográfica do Comando de Operações Táticas (COT) no Setor Policial Sul. A área simula diversos ambientes que poderão ser encontrados pelos policiais federais na execução de operações. O evento integra as comemorações do 23º aniversário do COT.

Compareceram ao evento o presidente da Diref, João Antunes, representantes do Corpo de Bombeiro Militar do Distrito Federal, do BOPE do Distrito Federal (Polícia Civil); do Comando da Polícia Civil e Militar; de adidâncias; de embaixadas; associações de classe, Diretores, Coordenadores Gerais, Chefes de Divisão e servidores da Polícia Federal, além de outros colaboradores.

Sob a orientação do Coordenador do Comando de Operações Táticas, Delegado Marcos Ferreira dos Santos, os membros do COT fizeram uma apresentação de exercícios simulados, entre os quais a atuação de um sniper(atirador de elite) em disparo de longa distância com munição real, lançamento de paraquedistas, entrada forçada com explosivos, incursão em área de alto risco, desativação de artefato explosivo e a utilização de cães farejadores de explosivos e de drogas.

Os dois últimos exercícios foram realizados pelos integrantes do Grupo de Bombas e Explosivos e do Canil Central, respectivamente, numa demonstração de que todas as unidades da Polícia Federal poderão realizar treinamentos específicos na nova área inaugurada.

O que é? - A Cidade Cenográfica do Comando de Operações Táticas da Polícia Federal - COT tem aproximadamente 2.000m² de área construída. Trata-se de um conjunto de edificações que simulará os mais diversos ambientes passíveis de serem encontrados durante o cumprimento das missões policiais realizadas pela Polícia Federal. O projeto - elaborado com base em situações já encontradas nas missões do COT - tornará os treinamentos de patrulha urbana e retomada ainda mais próximos da realidade, melhorando o desempenho e a segurança dos policiais, nas incursões em áreas de alto risco.

A construção é composta por 35 edículas, sendo 6 com lajes descobertas, 4 praças e 4 túneis. Ao longo de toda a instalação, uma passarela permite que todos os exercícios sejam monitorados e registrados para posterior avaliação. Um moderno sistema de iluminação possibilita que o ambiente seja utilizado a qualquer hora do dia e da noite.

Fonte: DIREF
Agora, mais que nunca, quero ver encarar o COT e não tremer. Treinamento em nível máximo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário